18 de outubro de 2010

Excertos promocionais

Sinceramente, não sei que outro nome dar aqueles capítulos que aparecem no final de alguns livros ou aqueles livros pequenos, que muitas editoras distribuem aquando de lançamentos ou feiras do livro, com um ou dois capítulos de um livro que tentam promover. Para dizer a verdade, os primeiros chateiam-me um pouco, mas os segundos são bastante úteis para separar algum trigo do joio.

Não sei bem explicar o porquê de não apreciar os primeiros. Não sei se é por a ideia de acabar um livro e “começar” outro, continuando a ler as páginas que restam do livro que temos em mãos, a logo seguir ser um pouco desconfortável, já que preciso que um livro acabado assente na minha cabeça (tenho de pensar sobre o que li, perceber como me tocou, de certa forma exorcizar o livro para me dedicar a um novo) e nem sempre consigo fazer tal exercício se leio o excerto que vem no final de um livro sobre um outro, por vezes com um tema completamente diferente. O que é certo é que raramente leio esses excertos nos finais dos livros, mesmo que possua o livro em que vem e possa ler o excerto noutra altura.

No que toca aos livrinhos, penso que a primeira vez que vi tal ou que me lembro de ler um de tais livros (e confesso que a minha memória não é das melhores, bem pelo contrário :/ ) foi à saída de uma estação do Metro e tratava-se dos primeiros capítulos do livro O Porteiro de Pilatos. Geralmente, quase tudo o que me dão na rua, vai para o lixo sem me demorar muito com uma vista de olhos valente, no entanto, li a pequena amostra desse livro por acaso, já que não tinha outra coisa à mão e encontrava-me à espera de alguém ou de um outro transporte. Lembro-me de ter gostado da amostra e de pedir por várias vezes o livro à minha mãe, para que ela me oferecesse pelo Natal, sem qualquer resultado - ofereceu antes a um dos meus tios e até agora não lhe consegui meter a mão em cima. :P No entanto, a vontade de o ler ainda é considerável, se bem que já não me recorde dos capítulos ou de como começava a história.


Mas desde aí que tenho prestado mais atenção a esses livrinhos, tinha mesmo vários guardados, que num dos meus últimos vaipes de limpeza, foram para o lixo (de outro modo não tinha espaço onde meter marcadores de livros e outras coisas que vou coleccionando). Alguns de livros que já li e gostei, caso de A Felicidade Mora ao Lado, da autora Jill Mansell que li em inglês (pedi no BookMooch logo depois de ler o excerto), ou que li e não gostei tanto, como Errar é Divino, também lido na versão original. Também houve outros que após a amostra não quis ler, caso de Marcada de P.C. e Kristin Cast. O livro que me encontro a ler, Aprendiz de Assassino, também foi daqueles cuja curiosidade de ler se deve (em grande parte) à leitura do tal livrinho promocional.

Como será óbvio, não se pode atestar a qualidade dos livros por estes capítulos iniciais, mas sem dúvida de que, se a história nos agarrar nessas poucas páginas, queremos ler o livro todo. É por isso que numa livraria, quando tenho tempo, sou capaz de ler me sentar nos bancos confortáveis, a ler os primeiros capítulos, ou ande, feita doida, à procura dos tais excertos promocionais, sobretudo nas feiras do livro. Sou bem capaz de vir com uns quantos para casa.

9 comentários:

Ana C. Nunes disse...

Eu não tenho nada contra um ou outro, mas também não costumo ler os que vem no fim dos livros, porque, como disseste, ainda nem digeri o livro anterior e não quero arruinar essa percepção.

Também me aconteceu de ler o excerto da "Marcada" e decidir não ler o livro por isso.

°•·.๓คятค disse...

Eu tb concordo c essa ideia de q precisamos dar um tempo à nossa cabeça entre uma história e outra, às vezes preciso msm de dias até p poder falar sobre o q li pq ficam tantas coisas a pairar na nossa ideia q só msm o tempo p ajudar a digerir td!... Se vamos ler logo de seguida outra coisa q ñ tem nada haver acho q se dá um nó nos neurónios... =P
Mas sou a favor destas amostras de livros.

slayra disse...

Tento não ler excertos que se encontram no final dos livros, porque geralmente são do livro seguinte da série e depois fico frustrada por não poder continuar a leitura. ^^

No que diz respeito aos livrinhos, acho que nunca me deram nenhum mas acho uma boa forma de promoção. :)

WhiteLady3 disse...

Realmente, quando os excertos são de um volume seguinte da série também chateia. Podiam era pôr o livro todo! Só uma amostra... bah! :P

slayra disse...

Ahah, certamente que o objectivo é fazer o pessoal comprar o livro a seguir, mas não deixa de ser frustrante, especialmente porque acabámos de ler o livro anterior e se gostámos ainda pior... pois têm-nos bem apanhados. :p

Elphaba J. disse...

Concordo tudo o que já disseram, sendo que também prefiro os livrinhos mais pequenos…

Por azar também sou das que encontra “N” vezes o primeiro capítulo do volume seguinte no fim do livro que estou a ler, ou mesmo o primeiro capítulo de um outro livro, infelizmente nunca resisto e leio e admito que perco com isso e fico baralhada...

(estratégias para vender mais, não podemos censurar as editoras num país onde se lê tão pouco)

Lolita disse...

Não tenho muito o hábito de ler esses livrinhos que costumam ter apenas o primeiro capítulo, até porque a intenção deles é mesmo aguçar a curiosidade e ir a correr comprar o livro. Concordo que com apenas um capítulo não dá para fazer uma avaliação do livro. Mas é uma estratégia de markting ;)

boas leituras

http://bookslovers.blogs.sapo.pt/

Pedro disse...

Tenho carradas desses pequenos livros!

Nunca leio os excertos, mas de alguma forma gosto mesmo dessas "amostras"... Ao ponto de considerá-las logo parte da minha lista de desejos.

WhiteLady3 disse...

Não os ponho logo na lista de desejos, mas se gostar de os ler e já estiverem na lista sobem vários lugares. :P

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...