9 de maio de 2008

A Guerra dos Tronos (As Crónicas de Gelo e Fogo, Livro 1)

Autor: George R. R. Martin
Género: Fantasia
Editora: Saída de Emergência | Nº de páginas: 400
Nota: 4/5

Resumo (da capa): Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, recebe a visita do velho amigo, o rei Robert Baratheon, está longe de adivinhar que a sua vida, e a da sua família, está prestes a entrar numa espiral de tragédia, conspiração e morte. Durante a estadia, o rei convida Eddard a mudar-se para a corte e a assumir a prestigiada posição de Mão do Rei. Este aceita, mas apenas porque desconfia que o anterior detentor desse título foi envenenado pela própria rainha: uma cruel manipuladora do clã Lannister. Assim, perto do rei, Eddard tem esperança de o proteger da soberana. Mas ter os Lannister como inimigos é fatal: a ambição dessa família não tem limites e o rei corre um perigo muito maior do que Eddard temia! Sozinho na corte, Eddard apercebe-se que também a sua vida nada vale. E até a sua família, longe no norte, pode estar em perigo.

Uma galeria de personagens brilhantes dá vida a esta saga. Entre eles estão o anão Tyrion, a ovelha negra do clã Lannister; John Snow, um bastardo de Eddard Stark que, ao ser rejeitado pela madrasta, decide juntar-se à Patrulha da Noite, uma legião encarregue de guardar uma imensa muralha de gelo para lá da qual cresce uma assustadora ameaça sobrenatural ao reino. E ainda a princesa Daenerys Targaryen, da dinastia que reinou antes de Robert Baratheon, que pretende ressuscitar os dragões do passado e, com eles, recuperar o trono, custe o que custar.


Opinião: Terminado este livro só posso dizer, onde está o próximo? Agarrou-me do princípio ao fim, mesmo que a maneira de contar a história seja diferente do que estou habituada. Cada capítulo é contado seguindo um diferente personagem, o que à primeira vista pareceria um pouco confuso. Mas não o é. O autor tem uma grande capacidade de desenvolver as mais diferentes personagens, bem como a linha de história destes, o que faz com que o leitor não se perca. O leitor sabe exactamente onde está (mesmo com três linhas de história, que acabam por se complementar), com quem está e o que pode esperar daquele capítulo.

Ainda é cedo para tecer uma crítica mais aprofundada, mas considero-me rendida a esta série.

1 comentário:

Canochinha disse...

A história e o escritor são realmente bons... Espera só até terminares o segundo livro! Esperam-te algumas surpresas. Podes crer que ainda vais ficar a suspirar por mais :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...