25 de junho de 2012

O Beijo da Meia Noite (Raça da Noite, # 1)

Autor: Lara Adrian
Ficção | Género: fantasia urbana
Editora: Quinta Essência | Ano: 2011 (publicado originalmente em 2007) | Formato: livro | Nº de páginas: 372 | Língua: português

Como me veio parar às mãos: Emprestado pela Filipa. Este ano a Filipa é a patrocinadora oficial das minhas leituras. xD

Quando e porque peguei nele: 11 a 16 de junho. Pareceu-me um bom contrapeso para o Shakespeare.


Opinião: Foi-me recomendado depois de não ter gostado por aí além do primeiro livro da série Adaga Negra. O conceito é igual, existe um grupo de guerreiros vampiros, mas se aqueles lutam contra humanos que querem acabar com a raça, os desta série lutam contra os Renegados, vampiros de cederam ao Desejo de Sangue (são basicamente viciados em sangue) e que querem de certa forma escravizar os humanos, que não são mais do que comida aos olhos deles. Não é que estes guerreiros gostem e queiram defender os humanos, também se alimentam deles sem no entanto lhes acabarem com a vida, mas não é por isso que acham que devem ser escravizados.

Como disse, o conceito é semelhante e os protagonistas de cada vez que se encontram têm igualmente sexo, mas neste caso a história não parece ser apenas uma desculpa para o sexo e consegue ser interessante, de tal modo que achei que o sexo às vezes atrapalhava porque queria saber um pouco mais sobre este mundo e o que significa ser uma Companheira da Raça. Mas a história é desenvolvida a um ritmo agradável e consegue manter a nossa atenção, ainda que seja tudo muito previsível. Descobri quem era o Mestre relativamente cedo e apesar da autora tentar conduzir o leitor a desconfiar de determinada pessoa ser traidor, eu não fui na conversa e desconfiei da pessoa certa. Já são muitos anos a ler e ver TV, é preciso um pouco mais de esforço para me surpreenderem. :P

Não é uma obra de outro mundo mas entretém. Constitui um bom escape à erudição, por assim dizer, e profundidade das peças de Shakespeare.

Veredito: Emprestado e pouco se perde com isso. Nunca pensei vir a ler esta série mas acabou por ser uma surpresa agradável. Não penso comprar os volumes seguintes, apesar de estar interessada em saber mais sobre o mundo, apenas porque não me vejo a relê-los.

Há de seguir-se: The Golden Lily (Bloodlines, Livro 2) de Richelle Mead

6 comentários:

addle disse...

Andei ontem à procura desse livro na fnac e não o encontrei, mas tenho imensa curiosidade de o ler.

WhiteLady3 disse...

Infelizmente não posso ajudar mas acho estranho. É certo que saiu o ano passado, mas tendo o mais recente saído agora, pensei que tivessem também os volumes anteriores. :/

Iceman disse...

Não me convences...
:)

WhiteLady3 disse...

LOL De facto não acho que seja muito o teu género. xD Mas para uma moça como eu é ótimo para desanuviar. E tem sido, por isso, uma boa alternativa ao Shakespeare, que me está a deliciar por completo.

Philippa_Vic disse...

"Como me veio parar às mãos: Emprestado pela Filipa. Este ano a Filipa é a patrocinadora oficial das minhas leituras. xD"

LOOL

De nada (?)

Vá... Podias ter dito que eu te obrigo a ler certos livros para ter com quem falar. xD

WhiteLady3 disse...

Ora essa, também tento fazer o mesmo. Ler livros e não ter com quem falar deles é tão chato! :P

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...