20 de junho de 2012

Moleskine Passions Livros

Passados cerca de 5 ou 6 meses sobre a oferta deste journal *abraça Slayra*, penso que posso tirar uma conclusão. Ora bem, isto não foi feito para mim.

Para começar é um pouco limitante. Quer dizer, a parte para colocar citações é maior que a reservada para a crítica, sendo que não anoto tantas citações como isso (excetuando O Nome da Rosa). Além disso, a minha letra é algo grande (e horrível, sobretudo quando escrevo ao sabor do que me vai passando pela mente e é assim que tendo a fazer críticas :/ ) e então tenho que reduzir a letra e filtrar muito do que me passa pela cabeça para rapidamente não ficar sem espaço para escrever. Também me parece parvo que a secção das críticas esteja organizada alfabeticamente quando faria, a meu ver, mais sentido uma ordem cronológica, até porque há letras que são usadas mais vezes que outras o que faz com que as folhas reservadas ao "A", por exemplo, esgotem-se mais depressa que as do "V". E depois? Compra-se outro só para poder continuar a escrever sobre títulos com "A"? E não me venham dizer que fica organizado e é mais fácil encontrar o que escrevemos sobre um livro, pois no final há um índice! Sinceramente, eu preferi ignorar os separadores alfabéticos e usar o moleskine por ordem cronológica.

Também não sou fã do tamanho mas apenas porque ando uso uma agenda mais pequena e é chato andar com agenda e journal de tamanhos diferentes na mala. Claro que isto podia ser resolvido facilmente, se eu dedicasse um momento específico para escrever no journal quando estou em casa, mas acontece que sou mais criativa (ou pelo menos tenho mais ideias e vontade de fazer/escrever cenas) quando estou no meu local de trabalho, nos tempos mais mortos, pelo que teria de andar com o moleskine para trás e para a frente (deixá-lo no trabalho também não é opção porque ninguém tem nada que ver com aquilo que leio :P ).

Tentei ter o moleskine na mesa de cabeceira, e ainda lá está junto à famosa pilha de livros, para tentar escrever nele um pouco que fosse sobre o que tinha acabado de ler ou para apontar uma ou outra citação, mas acabou também por não resultar. Acho mais fácil colocar uma crítica no Goodreads ou partilhar uma citação no Twitter, sobretudo quando uso o Kindle, a pegar no journal. Deve-se à preguiça digo eu, e a não querer parar a leitura para pegar em material de escrita quando estou a ler e nesse sentido os highlights do Kindle são bem mais práticos, mas hábitos são difíceis de mudar.

As páginas finais e em branco, que supostamente são personalizáveis também têm pouco uso da minha parte porque, lá está, prefiro usar a minha agenda para manter a lista de livros emprestados, a pedir na biblioteca e outras coisas do género. O ideal para mim seria ter uma agenda e journal juntos, assim como isto, e vai ser o meu próximo projeto DIY para ter uma agenda toda xpto para o próximo ano e à minha medida, até porque a que estou a usar (que fiz a partir de um bloco de notas que ninguém usava) acaba por ser pequena demais, com poucas folhas para escrever e algumas já completamente riscadas (ideias que já coloquei em prática, textos que já passei a limpo...) e que podiam ser substituídas por folhas novas para que possa continuar a escrever tudo o que me vai passando pela cabeça. Já fiz os templates semanais e mesmo para o journal, só falta o dossier... Mas isso poderá ser outra história.

11 comentários:

Borboleta disse...

Eu tb uso o journal para registar os livros que vou lendo.
E já vou no meu segundo journal.
No primeiro, usei os separadores, para registar os livros de forma alfabetica, mas depois como existiam separadores (X, Y, Z) que não eram utilizados, decidi indo preenchendo com os livros que lia e não pelo seu titulo.
Já no segundo journal, decidi registar os livros de forma cronologica, pois assim ficam as paginas todas usadas.
O espaço para anotações, muitas vezes, como não tenho nada para escrever, colo uma imagem que na minha opinião faça referencia ao enredo do livro.
E depois dá-me um gosto enorme, folhear o journal e relembrar as emoções que os livros me transmitiram.

Cat SaDiablo disse...

Concordo com tudo. Senti exactamente o mesmo em relação ao journal, e acabei por só escrever meia duzia de opiniões. Alem disso sou muito preguiçosa para escrever à mão xD

slayra disse...

Bah para os Moleskines. Se calhar há outros melhores... ahem. Eu como vou no comboio a ler, sempre que me aparece uma passagem mais inspiradora, aponto sempre no caderno. Acho que o journal que tenho é bastante adequado (hint: não é moleskine). O_O

Diana Marques disse...

Eu também tenho um e, confesso, abandonei-o ali para um canto porque me tornei preguiçosa para escrever lá... Já tenho o Goodreads, o blog, e o journal acabou por ficar um pouco de lado precisamente por causa das limitações de que falas. Quando gosto de alguma citação, sublinho-a no livro. Não tenho problemas em fazê-lo.
Além disso, adoptei o meu caderno moleskine que usava para fazer apontamentos para as aulas, como uma espécie de bloco para apontar ideias/citações/livros para comprar/futuros posts para o blog... É o que eu chamo de mixórdia xD
Mas essa agenda DIY parece-me bem, porque podemos adaptá-la às nossas necessidades e personalizá-la segundo os nossos gostos... Também vou pensar em fazer uma! Se bem que as minhas habilidades para trabalhos destes... *shame*

Paula disse...

Eu tenho um e desisti logo na segunda opinião :D
Uso um caderno normal :D

WhiteLady3 disse...

Borboleta: Não sou muito de cortar e colar imagens, prefiro escrever, e há alturas em que escrevo bastante, daí achar que é limitante. Sinto que me expresso melhor dessa maneira do que visualmente.

Cat: \o/ Não estou só! Eu por acaso tenho vindo a escrever mais à mão porque os computadores não querem nada comigo. Ou não tenho net e não posso editar o meu Google Doc ou tento usar o processador de texto e o computador bloqueia. O_o Logo, para não perder a inspiração e a pachorra escrevo à mão. Infelizmente os smilies é que não funcionam tão bem... Fazer " :) " à mão fica estranho. O_o

Slayra: LOL O teu vale a pena nem que seja por tudo o resto que traz. Há lá coisas tão giras como "qual a Mulherzinha com que me identifico", "Marple vs Poirot"... Eu depois mostro-te no que tenho estado a trabalhar. :P

Diana: Desde que li o GTD que tenho andado mais certinha e separar as coisas, nem que seja na agenda tem-me ajudado a focar-me no que interessa e acabo por fazer realmente mais coisas do que fazia. Antes também usava um caderno para tudo mas depois às tantas perdia informação. Não era que ficasse sem ela, mas encontrá-la no meio de tanta coisa diferente era como procurar uma agulha num palheiro. Há bastantes sites de DIY com ideias engraçadas. Ontem descobri este com a transformação de um moleskine em agenda. A ideia até é engraçada e mais ou menos como fiz este ano, mas mesmo assim não dá para as minhas necessidades.

Paula: Pensei em deixar de usar mas também me aborrece deixar algo a meio.

Ana T. disse...

Adoro a ideia de ter um caderno para apontar isto ou aquilo mas nunca consigo deixar de usar agenda e acabo por ter metade num lado, metade noutro e nada actualizado.

Também tenho planos de ler o GTD mas neste momento começo a achar que passo demasiado tempo a planear e pouco a ler :-(

Tenho de mudar algo!

WhiteLady3 disse...

Tinha o mesmo problema, tudo espalhado por folhas, cadernos e agendas, e por isso é que quero juntar tudo num lado só: agenda, journal, notas, contactos num só dossier portátil.

Supostamente a agenda era só para o ano, mas vou ver se este fim de semana já me dedico ao projeto. Se correr bem ainda ponho aqui alguma coisa. :P

Eu adorei o livro. Tem bastantes sugestões, como a regra dos dois minutos que, parecendo que não, afeta a vida de uma pessoa.

Ana T. disse...

Fico à espera de ver isso! :-)

Hmm estás a tentar-me a comprá-lo... andava a ver se aparecia nalgum site de trocas mas está dificil...

WhiteLady3 disse...

Eu consegui arranjá-lo na biblioteca mas fiquei com vontade de o comprar para reler daqui a uns anos.

Leitora disse...

Boa noite
Gostava de te convidar a responder a uma questão que está no blogue Atmosfera dos livros. Acho que a ideia é interessante daí estar a convidar para a participação de todos os bibliófilos.
Desde já grata pela atenção dispensada.Ficarei a aguardar a tua participação
Boas leituras!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...