11 de janeiro de 2010

Um Beijo na Escuridão

Autor: Linda Howard
Género: romance
Editora: Saída de Emergência | Nº de páginas: 256
Nota: 3,5/5

Resumo (da capa): É um trabalho mortal. Eficiente, profissional, e irresistível, Lily Mansfield é uma assassina contratada que trabalha como agente da CIA. Os alvos dela são os poderosos e os corruptos. Os que estão acima da lei.

Agora, depois de dezanove anos no activo, Lily foi atraída para um perigoso jogo: procurar vingança pela morte dos que lhe eram próximos. Com cada movimentação mais genial que a anterior, ela está a comprometer os seus superiores, atraindo atenções indesejadas e colocando em risco a sua própria vida. Lily sente-se invencível, mas mesmo ela pode ser eliminada se cometer o mais pequeno erro. Se tiver que ser, assim seja, Lily não pretende morrer sem dar luta.

Lucas Swain, um agente da CIA, tem ordens simples: trazê-la viva ou morta. No entanto, também ele é atraído para o jogo de Lily, e dança na corda bamba, tentando evitar um incidente internacional enquanto luta contra um obstinado inimigo que lhes segue cada passo. Fascinado pela extrema inteligência de cada movimento dela, conseguirá Lucas terminar a sua missão?

Lily vai descobrir o quão letal é o seu caminho... e o quanto a lealdade tem um preço.


Opinião: Este livro foi-me emprestado pela Nefertiri por ter gostado de outro livro da autora. Acho que o seu ponto forte é a construção das personagens e até as histórias, que têm uma acção bastante rápida, assemelhando-se a um thriller em que só queremos saber o que nos espera a seguir. Este também não desaponta nesse aspecto, mas se o primeiro que li tem um twist interessante no final, o mesmo não acontece neste e é por isso que lhe dou 3,5.

Seguimos Lily na sua vingança contra Salvatore Nervi, por este ter assassinado um casal seu amigo e a filha adoptiva daqueles, que era também como uma filha para Lily que a havia encontrado ainda em bebé. No entanto, a família Nervi tem muitos conhecimentos, inclusive na CIA, para quem Lily trabalhara como assassina contratada, que não tendo sancionado a actuação de Lily tenta descartar-se dela para evitar males maiores. Para isso enviam Lucas que, como diz a sinopse, deixa-se fascinar por ela a ponto de não saber se consegue terminar a missão. Já estão a ver onde é que isto leva? Gajo e gaja, pressão, tiroteios, a incerteza no amanhã… Pois, leva à tal coisa do romance, quente sem dúvida, mas eu até passava bem sem a descrição plena do acto. É o tipo de coisas que prefiro que os autores deixem para a imaginação do leitor.

Mas não é o romance… mais carnal, por assim dizer, que me fez desgostar menos deste livro, até porque a cena do Son of the Morning é bastante mais bruta. A história, interessante até por se focar, a partir de determinado momento, em laboratórios onde se estudam vacinas para a gripe (neste caso aviária mas fez-me pensar também na Gripe A...), o que não deixa de ser um tema actual, torna-se por demais previsível a partir do momento em que os protagonistas se relacionam, tanto no que toca à pessoa por detrás de tudo como ao desenlace final. Até a grande revelação que se pretende no epílogo, referente à identidade da pessoa que havia recrutado Lily quando esta tinha apenas 18 anos, é perceptível a várias páginas de distância.

Não deixa de ser um livro agradável de se ler, apesar de o aconselhar com algumas reservas. Como vi numa crítica no Goodreads:
why don't books have ratings the way movies do? I give this one XXX.

1 comentário:

Juliana Vicente disse...

Olá, acabei de descobrir seu blog e estou seguindo. Eu tenho esse livro mas ele se chama beije-me enquanto durmo e foi o segundo livro que li dessa autora e devo confessar que adoro esse tipo de livro.

Beijoss

http://asmeninasqueleemlivros.blogspot.com/

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...