4 de junho de 2009

Lua Nova (Luz e Escuridão, Livro 2)

Autor: Stephenie Meyer
Género: Fantasia urbana
Editora: Gailivro | Nº de páginas: 512
Nota: 3/5

Resumo (da capa): Eu sabia que ambos corríamos perigo de vida. Mesmo assim, naquele instante, senti-me bem. Completa. O coração batia aceleradamente e o sangue corria-me, quente e veloz, nas veias. Os meus pulmões encheram-se do doce aroma que emanava da sua pele. Era como se nunca tivesse havido um buraco no meu peito. Sentia-me óptima – não curada, mas como se nunca tivesse existido qualquer ferida.

Opinião: Este livro pareceu-me um pouco melhor que o anterior, mais interessante, com um pouco mais de acção. Aliás, o início é bastante bom, com Bella, mais uma vez em perigo, onde não esperaria encontrar esse perigo, e com o seu coração a ser despedaçado. Seguimos então a depressão da protagonista, até que um raio de sol entra na sua vida, Jacob Black. Este, ao contrário de Edward, é bastante mais alegre, compreensivo, simpático, inteligente… até que se transforma em lobisomem e parece que temos um dejá-vu, com Jake a sentir-se um monstro, que coloca Bella em perigo e que por isso ela devia afastar-se um pouco… Esse tipo de coisas, a que já tínhamos assistido com Edward. No entanto, este não a faz esquecer o seu grande amor e, quando aquele se encontra em perigo, ela não desiste de ir atrás dele, só para depois se encontrar, como objecto de desejo, no meio de dois inimigos mortais: vampiro e lobisomem.

Como disse, este livro tem mais acção ou melhor, ameaça que terá acção, porque essa quase nunca aparece ou se chega a concretizar satisfatoriamente, para além de ser previsível. Há a ameaça de Victoria, que pouco se aproxima de Bella, é-nos sobretudo apresentada por intermédio dos lobisomens; há a ameaça do perigo que os Volturi representam que, na minha opinião, não se chega a concretizar em pleno, já que a cena simplesmente acaba num martírio de inocentes, enquanto eu esperava que realmente incutisse algum temor a Bella. Pelo contrário, apesar de tudo Bella não se demove, continua a querer ser vampira. E é aqui que chegamos a um contra-senso.

Ora bem, Bella quer ser imortal, uma vampira, para desse modo poder passar a eternidade com Edward (ah! e convém não esquecer que ela quer ser transformada rapidamente para não envelhecer e ficar mais velha, na aparência, que o seu namorado), no entanto, quando aquele lhe diz que a transformará se ela casar com ele, ou seja se tomar um compromisso para a vida, a moça pensa duas e três vezes, e tem dúvidas, até porque a mãe tem alguma coisa contra casamentos antes dos 30 anos. Quer dizer, tem 18 e quer morrer para ficar imortal e passar o resto da sua vida com Edward, mas casar está fora de questão. Acho que alguém tem as prioridades trocadas.

Há semelhança do primeiro volume, lê-se bem e é agradável ao fim de um dia de trabalho, mas o final já deixa a história em suspenso. Percebemos que Bella terá de fazer uma escolha, mas será que consegue? Segue-se Eclipse, livro que suscita opiniões bastante contraditórias. Vamos a ver se é desta que fico convencida…

11 comentários:

Tinkerbell disse...

tb gostei do lua nova no sentido de haver mais acção/emoção por haver jacob o bom rapaz que luta contra as alterações que surgem nele, do amor que sente pela bella e a rivalidade que dp existe entre ele e edward, acho que com mais personagens deixou-se de se centrar tanto no espaço ocupado só por bella e edward que às vezes sufoca, pois parece um disco riscado, a bella sempre disse que não conseguiria viver sem ele em lua nova temos essa perspectiva aprofundada pela ausência de edward e as reviravoltas que acontecem.

slayra disse...

Oh não, não me digas que no terceiro livro a Bella encontra um rapaz fada e este também se apaixona por ela?!! O__O E depois temos vários duelos e violência quando os três rivais estão a lutar pelo amor da sua donzela. E no quarto? Teremos um rapaz humano ou um zombie? Hmm... ou um fantasma!

WhiteLady3 disse...

Tinkerbell, realmente a relação de Bella com o Edward sufoca e acho que Jacob foi, realmente uma mais-valia. Quero ver o que lhe reserva o terceiro.

Slayra, começo a temer isso, que lhe apareça um zombie que se apaixone perdidamente por ela e ela, apesar de o zombie se encontrar em avançado estado de decomposição, o considere um grande amigo não importando que ele lhe queira comer o cérebro. :P

Francisco Norega disse...

Com que então este é melhor que o primeiro? *.* Deves ser a primeira pessoa que eu vejo a dizer isso. Talvez um dia leia para tirar as minhas dúvidas :P

Beijinhos e não te esqueças das europeias!!! xD

WhiteLady3 disse...

Francisco, já tenho visto mais opiniões semelhantes à minha, aqui (com spoilers) e aqui.

Domingo lá vou eu votar. Na verdade, desde que arranjei o meu cartão de eleitor tenho obrigado o resto da minha família a votar. :P

Francisco Norega disse...

Fazes bem :) Quanto a mim, ainda não posso votar, mas tenho as minhas ideias muito bem definidas quanto ao que por cá se faz na política. O que não implique que tenha uma mente fechada, pelo contrário - gosto muito de discutir ideias e de ver outros pontos de vista :D

Passa pelo meu blog se quiseres dar-me uma palavrinha quanto a isso, que eu escrevi um post sobre as europeias há umas horitas xP

Diana disse...

Eu li esta saga, excepto o último livro, Amanhecer, e adorei. O Lua Nova fez-me "sofrer" e ganhei uma embirração pelo Jake, confesso..heheh

Já agora, venho também dizer que tem um chá à espera no meu blog, Papéis e Letras! :)

Boas leituras

WhiteLady3 disse...

Por acaso gosto do Jake. :D Acho que a Bella se sente muito mais à vontade, pelo menos é a ideia com que estou a ficar ao ler o terceiro volume.

Obrigada!

Diana disse...

Acho que o Jake vai ser sempre aquele amigo especial e que, se não fosse o Edward, ela até poderia ter alguma coisa com ele. Mas o Edward veio primeiro...!

Mónica disse...

Eu cá gostei mais do primeiro volume e, a partir daí foi sempre a descer. Mas ainda bem que os livros dão satisfações diferentes a leitores diferentes daí a magia da literatura.

Hoje fui buscar o "Amanhecer" porque, primeiro tenho uma veia masoquista e depois porque quero ver que mais invenções mirabolantes a autora foi capaz de engendrar (e que pelo que li por essa blogosfera a fora fora muitas).

WhiteLady3 disse...

Eu tenho a versão inglesa e, como também tenho uma veia masoquista, também o devo ler assim que acabar o Eclipse, que está a ser uma seca. Até consegui ficar a detestar o Jacob, a querer dar um par de estalos na Bella e a achar que o Edward bem podia ganhar um espírito próprio...

Na verdade, o que mais me chama para ler o quarto livro, é uma cena que me parece ser algo gore... :D

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...