2 de junho de 2009

Daniel Deronda (2002)

Informação técnica no IMDb.

Director: Tom Hooper
Escritores: Andrew Davies (adaptação) e George Eliot (romance original)
Actores: Hugh Dancy, Romola Garai, Hugh Bonneville
Nota: 4/5

Depois de ter lido o livro é claro que não podia deixar de ver a mini-série da autoria, como sempre, da BBC e mais uma vez não fiquei desiludida.

Apesar de algumas mudanças e do óbvio limite de tempo (a série tem cerca de 3h30 de duração), mantém-se bastante fiel ao original, mostrando-nos, penso que melhor que no livro, a relação entre as duas personagens principais, Gwendolen Harleth e Daniel Deronda. Diga-se que os actores têm também uma bela química, Hugh Dancy e Romola Garai, actores que pouco ainda tinha visto mas que aqui estão realmente muito bem. Foi bem mais fácil torcer por eles nesta adaptação que no livro. Mas os restantes elementos do casting fazem também um trabalho fenomenal, nomeadamente Hugh Bonneville que como Grandcourt estava simplesmente detestável e que, na minha opinião, por vezes sobressai mais que os dois protagonistas, nas cenas em que estão os três. Também gostei de ver actores que já conhecia de outras adaptações de obras literárias pela BBC, como Amanda Root de Persuasão e que aqui desempenha a mãe de Gwendolen, e David Bamber, o inesquecível Mr. Colins de Orgulho e Preconceito, nesta adaptação no papel de Lush, como que o braço direito de Grandcourt. Pensei que Mirah fosse mais bonita, mas a actriz faz um exemplar trabalho mostrando toda a humildade da personagem. Sinceramente, todo o casting é perfeito.

A história encontra-se bastante coerente, só tenho pena que a questão judaica não tenha sido melhor explorada. Daniel aqui parece ter mais o papel de Messias, profetizado por Mordecai, do que propriamente de aluno e seguidor das ideias daquele, como acontece na obra original. Também achei a ligação entre Daniel e Mirah menos próxima, talvez porque vemos menos desta última personagem. Por último, tive pena de ver muito pouco do pequeno Jacob Cohen, que adorei no livro mas é compreensível.

É uma boa adaptação, uma boa maneira de conhecer a história de um bom livro, se bem que algo denso e descritivo. Para quem não tiver paciência para o livro, já que tenho lido algumas críticas negativas (apesar de o ter adorado), aconselho sem dúvida esta adaptação.

2 comentários:

Lili disse...

Adorei seus comentários a respeito tanto do livro como da série Daniel Deronda! Há um tempo estou atrás desta mini-série aqui no Brasil. O livro tb nunca foi lançado por aqui em portugues infelizmente =/
Vou pelo menos correr atrás do filme...
Obrigada pela dica!!
Bjssss
Lili

Ana O. disse...

Só para dizer que mudei de site, agora estou aqui.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...