7 de setembro de 2012

ShakespeaRe-Told: Macbeth

Diretor: Mark Brozel
Baseado na peça Macbeth de William Shakespeare por Peter Moffat
Atores: James McAvoy, Keeley Hawes, Joseph Millson

Mais informação técnica no IMDb.

Opinião: Esta série apresenta como que uma visão contemporânea das obras do bardo inglês. Neste filme, Joe Macbeth é chef de um restaurante na iminência de receber as tão afamadas estrelas Michelin. No entanto, apesar de ser ele a mente criativa e quem dá o seu máximo na cozinha do restaurante, quem fica com os louros é o dono, também ele um chef reconhecido e que tem até um programa televisivo. Macbeth e Banquo, seu amigo, não estão muito satisfeitos com isto e encontram 3 homens do lixo que fazem então premonições e metem em marcha os eventos subsequentes, tal como acontece na peça.

Gostei bastante sobretudo devido às atuações de James McAvoy e Keeley Hawes, que retratam bem não só a ambição e a insatisfação dos seus personagens, mas sobretudo o desespero e a loucura que se apodera deles após perpetrarem tão nefastos atos. É notório o cisma que se vai dando entre os dois, que eram tão unidos a princípio, claramente apaixonados um pelo outro, mas devido aos atos que cometem afastam-se, talvez por acharem que foi o outro que os levou a tal, fechando-se cada um sobre si mesmo, vendo a negrura da sua alma que lhe foi revelada devido ao outro.

Para além disto, a imagem tipo "CSI Las Vegas" dá um tom algo soturno ao filme, e pareceu-me bem conseguido o contraste entre lixo e sujidade, que de certo modo retrata a alma do casal, e a cozinha imaculadamente limpa, que parece ser a imagem que ambos tentam passar para o exterior.

Tive alguma pena que o texto não fosse o original, que tem passagens lindas, mas não deixa de ser uma adaptação competente, que tenta trazer a peça para os nossos dias.

Veredito: Vale o dinheiro gasto. Continuo a querer ver a peça no teatro, mas para uma adaptação televisiva não me pareceu mal. As atuações são brilhantes.

9 comentários:

Miar à chuva disse...

Mal vi o James McAvoy na capa já estava convencida :p
Tenho de espreitar...
Por enquanto ando a acompanhar o True Blood e o Perception. Este último anda a melhorar de episódio a episódio!

WhiteLady3 disse...

Também tem o Richard Armitage. :D

Não sei se quero ver True Blood, as críticas que tenho lido muito por alto não abonam a seu favor e já estou um pouco cansada da história. Quando ao Perception, não conheço. :/

Ana T. disse...

Ainda não vi este episódio mas da série Shakespeare ReTold vi o The Taming of the Shrew e adorei. É com o Rufus Sewell e a Shirley Henderson...

p7 disse...

*cai para o lado* Isto tem o James McAvoy mais o Armitage? :O Já tinha ouvido falar destes filmes, mas obviamente não em pormenor, senão já os tinha ido espreitar. xD

WhiteLady3 disse...

Ana, também vi o Taming of the Shrew. Deu o ano passado na Foxmovies, salvo erro. Três semanas antes tinham começado a dar a série, mas está claro que tive de apanhar apenas o último episódio. É a minha sorte... Mas sim, também adorei, a química entre os dois estava bem conseguida apesar de no final ela parecer que fica muito subserviente. Conto rever ainda este ano. :D

P7, comé possível não saberes que havia tal obra que juntava o sotaque do McAvoy à voz do Armitage?! E ainda mais... TEM O MCAVOY A CANTAR! Oh para ele -> http://www.youtube.com/watch?v=jsOZURR4rwE

p7 disse...

Ah... ele a cantar não tem praticamente sotaque! Só no fim é que se apanha uma frase com aquele sotaque... adoro sotaque escocês. :D

WhiteLady3 disse...

Mas há muito sotaque durante todo o filme. :D

Tita disse...

OMG!!! O McAvoy e o Armitage!!!
Tenho mesmo que adquirir eheheh

WhiteLady3 disse...

Fazes muito bem que é um regalo para a vista. :D

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...