22 de novembro de 2013

Projecto 365 - #13-15

A semana foi algo agitada, sobretudo os últimos dois dias onde esqueci-me de tirar fotos durante o dia (5ª feira) mas felizmente um bloco de gelo chegou a casa, e na sexta uma das máquinas não quis cooperar mas o bloco de gelo quase que derreteu por completo.

#13
#13
Quarta-feira houve apresentação de credenciais e a usual fanfarra da ocasião. 

 #14
#14
Um bloco de gelo que supostamente escondia um choco.

#15
#15
Choco a descoberto mas ainda em processo de descongelamento. Diz que para domingo há feijoada.

19 de novembro de 2013

Projecto 365 - #12

#12

Diz que estamos no Mundial. Mas de notar que mais uma vez se vê que o português desenrasca-se.

18 de novembro de 2013

Projecto 365 - #11

#11
Títulos que me passam pelas mãos. xD Até é um livro interessante, para quem gosta do tema, com letras e músicas de recolha popular. Fez-me lembrar uma rábula no programa Portugal Tal & Qual, aqui num take que não foi utilizado (a parte que interessa começa aos 52 segundos).

Projecto 365 - #10

#10
Ontem parte do meu dia foi assim: enrolada na minha manta, com bolinhos e chá, enquanto lia no meu Kindle. Perfeito.

17 de novembro de 2013

Before Midnight

Diretor: Richard Linklater
Escritor: Richard Linklater, Julie Delpy, Ethan Hawke
Atores: Julie Delpy, Ethan Hawke

Mais informação técnica no IMDb.

Opinião: Finalmente consegui ver o final desta trilogia (ficará realmente por aqui?) que se revelou uma das melhores descobertas que fiz este ano. A sério, isto é o que acontece quando uma pessoa não dedica tanto tempo ao cinema como devia. Só acaba por descobrir pérolas tarde demais...

Mais uma vez é um excelente filme sobre relações e pareceu-me o mais real dos três. Não há coincidência nem encontro acidental, há 9 anos que Celine e Jesse vivem juntos, construíram uma vida a dois e têm duas filhas. Numa viagem de férias à Grécia, Jesse despede-se do filho do seu primeiro casamento, que estava a passar férias com a sua nova família, digamos assim, e as inevitáveis inseguranças aparecem. Como passar mais tempo com ele? E se voltasse para a América? Mas Celine também é assaltada por dúvidas e o pior parece acontecer.

Como já disse e não me canso de repetir, estes são dos filmes mais românticos e o melhor retrato de relações que já vi e este, sobretudo este, é fantástico ao ilustrar o corrupio de emoções pelas quais atravessa um casal, com ou sem filhos, e que a frase "e foram felizes para sempre" tantas vezes esconde. Nem sempre é fácil, há dúvidas, desconfianças, algumas desilusões. Há discussões... intensas, cruas e verdadeiras, onde cada um tem o seu coração na boca e os nervos à flor da pele. Há discussões que tornam as relações mais fortes ou acabam definitivamente com elas. É disso que é feito este belíssimo filme.

Quase que espero que façam outro, talvez daqui a mais 9 anos, porque me parece um dos melhores exercícios em termos de desenvolvimento de relações que tive oportunidade de ver e parece-me que há ainda espaço para estes personagens e a sua relação crescerem, há ainda questões que podem ser exploradas. Mais uma vez, gostei do final, mas como é deixado tão aberto como os seus antecessores só posso desejar uma continuação, embora também não me importe se ficar por aqui.

Veredito: Para ter na estante. Toda a trilogia, caso não hajam mais filmes, mas posso ter mais um? Posso? É extraordinário acompanhar a relação de Celine e Jesse e penso que seria ainda mais extraordinário se tivesse acompanhado conforme cada um foi saindo. Parece-me um caso de as personagens evoluem e o público evolui também com as personagens, talvez não no mesmo sentido mas não deixa de haver uma maturação. Deve de acabar por ser algo semelhante ao encontrar um amigo vários anos depois e porem-se a par da vida do outro.

16 de novembro de 2013

Desafios 2014

Já se vê muita gente a pensar nas suas leituras de 2014, ou pelo menos a pensar participar e a organizarem as suas participações em vários desafios de leitura. Eu ia para fazer o mesmo: queria voltar a participar em desafios, como o Mount TBR Reading Challenge e o Monthly Key Word Challenge, que gostei de participar neste e outros anos, surgiu também o Monthly Motif Challenge que parece interessante, assim como muitos outros. Mas não sei como vai ser a minha vida em 2014, se este ano servir de indicador vai haver altos e baixos nas minhas leituras e disposições. Assim em 2014 não vou participar em nenhum desafio.

Ok, talvez não seja bem assim, vou participar em alguns mas são mais pessoais, por assim dizer, do que os enunciados. Vou continuar a participar no do Goodreads, para ver se para o ano consigo ler mais do que em 2013. Não vou fazer um novo cartão para o Book Bingo mas vou continuar a tentar preencher o que tenho. Acabando-o logo vejo se faço outro. Mas o grande desafio vai ser domar a pilha de livros para ler e, para tal, inspirei-me na Telma e na Calico Reaction. A Telma tem o desafio 4 para 1 e a Calico tinha este, eu resolvi adaptar ambos às minhas necessidades e fiquei com algo deste género:
  1. emprestado / nova compra / livros que estão parados a meio
  2. há muito tempo na estante
  3. volume de uma saga
  4. não-ficção
  5. e-book/áudio-livro
  6. uma antologia
O primeiro ponto é então para ler livros emprestados que tenho cá por casa, livros que comprei em 2013 (que fui ver melhor e aparentemente andei a iludir-me, posso ter comprado poucos mas no início do ano ainda me deram alguns xD) ou venha a adquirir em 2014 e aqueles que insistem em não sair da "currently reading shelf" no Goodreads. No ponto 2 estão todos os livros adquiridos antes de 2013, mas queria ver se me concentrava em livros que adquiri há 3 ou mais anos. Sinceramente não sei se tenho muitas sagas a meio, mas penso que tenho algumas ainda por começar e se calhar já era altura de lhes pegar, assim como em livros de não-ficção, apesar de estes serem em menor número. Por fim, e porque os e-books já começam a ser muitos, começa a ser necessário dar-lhes também vazão. O ponto 6 surge aqui depois de reparar que tenho algumas antologias na "currently reading" e outras, como os das Selecções do Reader's Digest, e pensar que não vou ler estes livros de seguida, logo o melhor será fazê-lo um conto, texto ou peça de teatro de cada vez.

É claro que posso fazer algumas travessuras, por exemplo, comprar um novo e-book que faz parte de uma trilogia e lê-lo, daí que na mesma série possa ler dois títulos novos ou dois e-books ou dois volumes de sagas... Não fecho completamente as aquisições e novos empréstimos, mas comprometo-me a lê-los de modo a que a pilha não aumente.

Pareceu-me que seria interessante, bastante versátil e sobretudo uma maneira algo engraçada (sim, a minha ideia de engraçado pode diferir da opinião geral) de começar a focar-me no que tenho por aqui. Volta e meia talvez espreite os outros desafios, como o Monthly Key Word e faça pesquisa na minha pilha TBR para ver se tenho algum livro com essa palavra que possa ler ou faça votações como fiz este ano, mas não forçar-me a nada, a não ser domar a pilha um livro de cada vez. :)

Edit: acrescentei um ponto ao meu desafio.

Projecto 365 - #9

#9
Hoje fiquei em casa, não me apeteceu sair, e resolvi começar a preparar 2014, como muitos parecem já andar a fazer. Para isso peguei no Moleskine Passions e na minha agenda do ano passado (são os dois cadernos pretos), onde tenho alguns desafios em que participei e umas ideias que fui vendo aqui e ali e gostaria de colocar em prática, e na minha "agenda" (recente e de cor vermelha) deste ano para apontar os mesmos e pôr a cabeça em ordem.

15 de novembro de 2013

Projecto 365 - #8

#8
A minha ideia era simplesmente tirar fotografias e não usar qualquer programa de edição de imagem, no entanto quis fazer esta panorâmica coisa que a minha máquina fotográfica não permite e as fotografias do telemóvel não são as melhores. Assim usei a ferramenta "panorâmica" do Windows Live para unir 4 fotografias. :)

14 de novembro de 2013

Projecto 365 - #7

#7

Só Ler Não Basta #10.1 - Leituras de Novembro


Nesta primeira parte do SLNB falamos das nossas leituras, digitais e livrescas, e apresentamos o tema do mês de novembro que se debruçará então sobre livros e e-books. Podem deixar a vossa opinião sobre os dois formatos no grupo do Goodreads e agora também estamos presentes no Google+.


Artigos interessantes:
Telma: Analyzing Writers’ Personalities From Their Handwritten Manuscripts
Carla: Are books better than films? e How Margaret Atwood declines blurb requests
Diana: A Few Simple Rules for Being Bookish Best Friends

Leituras:
Telma: Cosmos de Carl Sagan e Contos Completos dos Irmãos Grimm
Carla: Good Omens de Neil Gaiman, O Forte de Bernard Cornwell e Persépolis de Marjane Satrapi
Diana: Lady Macbeth de Susan Fraser King e Inferno de Dan Brown

Já sabem que podem comentar e ver outros vídeos no Youtube. Caso prefiram ouvir em vez de ver o vídeo, podem seguir este tutorial para converter o vídeo em ficheiro MP3.

13 de novembro de 2013

Projecto 365 - #6

#6
Sim, vai haver dias em que a inspiração é pouca ou nenhuma, assim como os momentos para recordar. Estão avisados. E já agora... "meu!"

12 de novembro de 2013

Projecto 365 - #5

#5
It’s the leftover humans.
The survivors.

They’re the ones I can’t stand to look at, although on many occasions I still fail. I deliberately seek out the colors to keep my mind off them, but now and then, I witness the ones who are left behind, crumbling among the jigsaw puzzle of realization, despair, and surprises. They have punctured hearts. They have beaten lungs.

Which in turn brings me to the subject I am telling you about tonight, or today, or whatever the hour and color. It’s the story of one of those perpetual survivors –an expert at being left behind.
Ainda hoje comecei e já ia largando lágrimas. Já agora, uma coisa que não gosto nos e-books: como alguns títulos têm capas demasiado simplistas ou nenhuma. :P

11 de novembro de 2013

Projecto 365 - #4

#4
Nunca me deixa de surpreender o facto de Belém à segunda-feira parecer um deserto. É interessante perceber a dinâmica de uma zona da cidade que tanto vive do turismo. E sim, esta é a vista do meu local de trabalho. #modometenojo :D

Projecto 365 - #3

#3
Nunca tinha visitado nenhuma edição da Amadora BD mas não podia deixar escapar a hipótese de ver tiras dos "Mutts" de Patrick McDonnell. Acabei por não perceber se o autor sempre veio a Portugal ou não, ele tinha anunciado há alguns meses que vinha em novembro mas nunca vi mais nenhuma notícia nesse sentido, mas nem por isso deixámos de sair de lá com alguns autógrafos. Ainda que meio envergonhado, o meu irmão saiu de lá com o terceiro livro das aventuras de Dog Mendonça e Pizzaboy autografado por Santiago Villa, Filipe Melo e Juan Cavia.

9 de novembro de 2013

7 de novembro de 2013

Curtas: The Native Star (Veneficas Americana, #1) [e-book], This is the End

Título: The Native Star (Veneficas Americana, #1) [e-book]
Autor: M.K. Hobson
Ficção | Género: fantasia
Editora: Spectra | Ano: 2010 | Formato: e-book | Nº de páginas: - | Língua: inglês

Quando e porque peguei nele: 27 de setembro a 1 de outubro. Epá, já fez um mês que o li por isso não me recordo bem. Como estava de férias e só tinha o Kindle, devo ter feito a escolha um pouco ao calhas ou então como tem steampunk e se aproximava o dia da EuroSteam Con, posso ter sido influenciada por isso. De qualquer modo conta para o Mount TBR Challenge.


Opinião: Não há muito que dizer sobre este livro, sobretudo um mês depois de o ter lido. xD Apesar do aspecto steampunk, acaba por ter poucos elementos deste "género", e os que tem parece que são lá colocados só para dizer "olhem, tem steampunk!!!", sobressaindo bem mais a fantasia. Esta pareceu-me melhor explorada e a abordagem científica ao sistema mágico com as suas 3 vertentes, magia de sangue, da natureza e fé (sangrimancers, animancers e credomancers respectivamente), acaba por dar um ar de praticalidade à magia e torná-la bem mais real, e diga-se que foi exactamente disto que mais gostei. Já no que toca ao romance, acaba por ser precipitado. Havia espaço para desenvolver a relação entre ambos, sobretudo tratando-se de uma série. Sim, uma pessoa percebe que vão ficar juntos logo no início da história, mas não é por isso que se têm de atirar para os braços um do outro, assim do meio do nada só porque o livro está a chegar ao final...

Veredito: Se fosse emprestado pouco se perdia com isso.

Título: This is the End
Diretor: Evan Goldberg, Seth Rogen
Baseado na curta metragem "Jay and Seth versus the Apocalypse" de Jason Stone por Seth Rogen e Evan Goldberg
Atores: Seth Rogen, Jay Baruchel, James Franco

Mais informação técnica no IMDb.

Quando o vi: 12 de outubro.

Opinião: Eu e o meu irmão temos bastantes coisas em comum mas depois nem sempre partilhamos os mesmos gostos, por isso quando ele se virou e disse "não vais gostar do humor mas vê que tem bromance e o final é épico" foi com algum receio que fiz o que ele dizia. De facto o humor não fez nada por mim, há muitas piadas porcas que não fazem o meu género, mas o final senhores! O FINAL!!! xD E sim, quero dizer que a minha sanidade pode não ser grande coisa e o gosto musical sempre foi duvidoso (palavras do meu irmão).

Acaba por ser um filme bem disposto ainda que muitíssimo previsível, de tal modo previsível que parece ser demasiado comprido (acredito que a curta em que se baseia acabe por ser melhor), é giro ver os actores a gozarem consigo próprios, ver a paixão do James Franco pelo Seth Rogen (xD) e há partes magníficas como o da Emma Watson a brandir um machado. :D

Veredito: Emprestado pelo que não se perdeu muito com isso. 

6 de novembro de 2013

Projecto 365

Já oiço falar neste projecto há bastantes anos e já pensei em participar, no entanto, por ser um projecto a tão longo prazo fico sempre algo reticente porque raramente consigo levar aquilo a que me proponho fazer até ao fim (vide todos os desafios a que me tenho proposto xD ). Mas nos últimos anos tenho empreendido mudanças na minha maneira de ser e pensar, tenho-me metido em projectos que, sinceramente, não estava à espera de durarem tanto tempo ou de me darem tanto gosto em fazer (sim, estou a pensar no SLNB), pelo que achei que talvez seja tempo de ir com este para frente. Afinal a pior coisa que pode acontecer é não o acabar, o que já é praticamente um dado adquirido, e uma pessoa até pode divertir-se e aprender falhando. :)

Além disso, estou perto de fazer 29 anos e achei que seria uma maneira interessante de documentar a minha chegada aos 30. Eu sou daquelas pessoas cujo dia a dia é sobretudo casa-trabalho-casa, não saio muito e não presto muita atenção ao que se passa em meu redor. Espero que o projecto mude um pouco isto, me force a sair e a andar com os olhos mais abertos, nem que seja para não vir a fotografar sempre a mesma coisa, assim como espero fomentar o meu gosto pela fotografia, até mesmo a minha criatividade (que não é grande coisa), melhorar os meus dotes fotográficos (que não são muitos :P ) e dar uso à máquina (brincar mesmo para ver se vou aprendendo mais sobre ela e o que consegue fazer :P ).

Vou tentar manter o projecto simplesmente aqui no blog, colocando a foto correspondente a cada dia, mas dependerá do tempo que tenha disponível. Devo confessar que o atirar-me se deve também a ter acompanhado o blog Mad Home, onde a autora tem participado ao longo de 2013. Vamos a ver no que vai dar.

3 de novembro de 2013

Setembro e Outubro 2013

Eu bem tento manter as coisas em dia, mas é escusado. Parece que desde que mudei de trabalho, vai para um ano, não consigo manter-me em dia com demasiadas coisas. *suspira* Mas ainda não desisti! *apanha a toalha e coloca-se em frente do computador a ver se escreve alguma coisa sobre o que tem lido e visto* Ora bolas que isto é complicado...

Mas agora fora de brincadeiras, apesar de estes meses terem sido de algum descanso (férias! \o/) o certo é que não me dediquei tanto a leituras e filmes como pretendia, mas virei-me para outras coisas que me deram bastante gozo e possibilitou que descansasse, e bem que estava precisada (estou novamente precisada de descanso, mas isso é outra história).

Livros lidos:
No geral li muitos bons livros. Aliás, este ano parece-me que tenho lido poucos mas tenho gostado bastante dos livros que tenho lido, mesmo os menos bons cumprem o seu objectivo, entretém e acabam por ser leituras interessantes. Não sei se é por ler quando estou realmente para aí virada e concentro-me apenas no livro que tenho entre mãos, se é por quando um livro não me está a agradar colocá-lo rapidamente de lado, mas o certo é que as leituras têm-me satisfeito.

Filmes vistos:
Eu bem queria ver dois filmes por semana, mas não tenho conseguido. Ainda assim este ano também tem sido interessante em termos de filmes vistos, tenho mesmo visto filmes que estavam na minha lista há anos, e tenho ido mais vezes ao cinema. \o/ E deixem-me dizer as saudades que já tinha de rever "A Bela e o Monstro" em brasileiro! Desde que o vídeo se avariou que não o via e a versão portuguesa parece-me um atentado. O crescer com algo tem muito que se lhe diga. *desata a cantar "Belle"*

Compras:
  • Among the Nameless Stars (For Darkness Shows the Stars, #0.5) [e-book] de Diana Peterfreund (Amazon preço 0)
Empréstimos da BLX:
  • Absolute Watchmen de Alan Moore e Dave Gibbons
Acabei por não o ler na totalidade, mas ainda o conto fazer.

Desafios:
Book Bingo - 12 livros de 28 lidos. Ainda estou a pensar se o Atlas das Nuvens pode ser também considerado pós-apocalíptico. :/ Ainda não há linhas feitas.
Mount TBR Reading Challenge - 12! Woohoo! \o/ 10 livros e 2 e-books, metade está feito!
Monthly Key Word Challenge - é a segunda vez que tropeço ao não acabar o Good Omens no mês que lhe diz respeito.
Portuguese Historical Fiction Challenge - Continuo com um só livro lido.
104 Filmes - 54 filmes, já só faltam 50... coisa pouca... xD

Monthly Key Word Challenge (12)

Ia-me esquecendo de colocar a votação para Dezembro, mas diga-se que não tenho tido cabeça para ler, de tal modo que ainda não acabei de ler a escolha de Outubro, Good Omens. :/ Mas mesmo assim pretendo levar este desafio até ao fim, daí que em Novembro vá tentar ler The Book Thief, o vencedor da votação com 12 votos. Com 2 votos ficou Brave New World, não vou mentir esperava que tivesse mais votos mas penso que com a aproximação do filme e a sua mais recente publicação é normal que o The Book Thief se tenha destacado tanto. Por fim, O Anel - a herança do último templário, Let the Right One In e Boneshaker tiveram todos 1 voto.

Para Dezembro as palavras são...

E a votação estão os seguintes títulos:

    Sim, há um livro que vem da votação de Novembro, havia muito por onde escolher com a palavra "tempo" ou "time" e ainda não tenho o For Darkness Shows the Stars mas não falta muito para o ter por isso mais vale já contar com ele.

    Que livro ler para o Monthly Key Word Challenge de Dezembro?
      
    pollcode.com free polls 

    LinkWithin

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...