31 de maio de 2012

Maio 2012

Não sei se alguma vez disse mas o Instapaper rulla muito. Obrigado Tchetcha por mo teres dado a conhecer! Como andei uns tempos sem pc e ocupada com trabalho descurei a leitura do meu Google Reader, sendo que fui juntando os artigos cujos títulos me despertavam curiosidade ao Instapaper. Estou agora a tentar colocar a leitura em dia, pelo que alguns artigos já podem ser um pouco datados.

Isto hoje vai por tópicos, que ando preguiçosa:
  • Vaginal Fantasy Hangout - é uma espécie de bookclub, sendo que as moderadoras fazem depois vídeos em que conversam casualmente sobre os livros desse mês. As discussões centram-se em livros mais direcionados ao público feminino, daí o nome, geralmente do género romance paranormal. Achei uma ideia engraçada e as conversas são realmente giras de seguir. Até agora falaram sobre dois livros que já tive oportunidade de ler e revi-me nalgumas das opiniões. Têm também um fórum no GoodReads;
  • nestes últimos meses à tona uma discussão sobre plágio já que uma das mais influentes bloggers de livros YA parece ter plagiado. A partir do link indicado encontram outros para as mais variadas opiniões, como é que a blogger foi descoberta, etc. Acho sobretudo interessante na medida em que o plágio não passa apenas por copiar as mensagens ipsis verbis, mas por se apoderar de ideias e da forma como os próprios posts foram formatados sem dar o devido crédito, um único link. É certo que muitas ideias já são velhas, e se uma pessoa vai falar sobre como fazer um blog, não há muito pelo que se possa diferenciar de outros que já se debruçaram sobre o mesmo assunto, o não quer dizer que não tenhamos algo a dizer ou algum conselho a dar, mas se é um determinado post que nos leva a escrever porque não dizê-lo e fazer uma ligação ao post original? Não custa assim tanto e dá a conhecer outros blogs, talvez sobre outros temas, que interessem a quem lê;
  • ClockWork Portugal - surgiu um site que espera congregar os steampunkers portugueses! Tem artigos, críticas e promete uma webseries dedicada ao tema. O primeiro episódio dá a conhecer o que se espera com a rubrica e a definição de steampunk. Se o tema vos interessa, não deixem de visitar, até porque as meninas estão a tentar organizar um ramo da Euro Steam Con em Portugal;
  • aqui podem ler um artigo que enuncia e diferencia vários sub-genéros da ficção fantástica;
  • eu não devia estar entusiasmada com isto, remake e tal, MAS É O HIGHLANDER! Alguma vez disse como adoro os filmes e amava a série? Não?! Então digo agora! É provavelmente o maior de todos os meus guilty pleasures! E de repente fiquei com vontade de rever tudo... *desata a cantar "Here we are! Born to be kings, we're the princes of the universe!"* Queen <3 E já agora um pequeno guia para "os filmes favoritos da White Lady": tem espadas, atravessa séculos, os efeitos dos anos 80/90 agora parecem manhosos e tem música dos Queen? É um favorito!;
  • Posing like a man - OMD! xD É hilariante mas tem alguns pontos interessantes e sugiro que vejam os links indicados, mais não seja pelas fotos;
  • há uns tempos as Book Smugglers colocaram algumas perguntas para um estudo, que uma das autoras andava a efetuar, e publicaram agora os resultados. É interessante na medida em que apresenta valores para bloggers e não-bloggers muito semelhante e apesar de muitos serem leitores de e-books, estes não parecem interessados em maior conteúdo neste formato (havendo a possibilidade de entrevistas, vídeos, etc) mas não se importam de pagar um pouco mais por livros de coleção. Lá está, o papel não está morto (até eu se adorar o livro que tenho em digital pondero comprar a cópia em papel) e se a oferta for boa, tanto em papel como digital, podem contar comigo para pagar o extra. E quase como os DVDs, prefiro dar mais por uma edição toda XPTO que pagar um que só tenha o filme, para isso espero que dê na televisão;
  • aqui encontram sugestões de livros com personagens que têm algum tipo de deficiência. Recomendo o 4º volume da série Mercy Thompson, que conta com um jovem surdo que me cativou, tenho pena de não ver mais dele mas confesso que fiquei com alguma vontade de ler mais livros com personagens do género pelo que esta lista pareceu-me interessante;
  • o blog Sangue Fresco entrevistou o tradutor da série de livros; 
  • a Tor.com costuma ter bons artigos, aqui podem ler sobre séries longas e o problema que às vezes uma pessoa tem em criticar cada novo volume, quando em vez de uma história nos apresenta mais "um bocado" de uma história maior. Parece-me ser o porquê de tantos não gostarem dos últimos volumes do Martin. Ainda não li todos mas, há algum tempo falava sobre a série com outra fã, tenho a noção de que o mundo dele cresceu de tal forma que nem ele consegue segurar aquilo porque quer mostrar todo o seu mundo. Um outro artigo que gostei de ler foi este debruçando-se, desta feita, sobre o porquê de algumas mortes na ficção porem os fãs doidos. Atenção que tem spoilers,  mencionando por exemplo a morte do Diggory na série Harry Potter e esse foi um dos elementos que faz do 4º livro da saga o meu favorito, tal como a morte do Ned em As Crónicas de Gelo e Fogo também tornou aquele o meu livro favorito (até agora, ainda só li os quatro primeiros volumes em português) e fez com que eu tivesse uma nova pancada literária depois de Harry Potter ter chegado ao fim. E não posso terminar sem citar uma parte com que concordo:
By killing characters that readers have considered vital, creators like Martin and Whedon remind us that the threat is real in their stories, that even heroes can die and that goodness doesn’t always triumph over all. It makes readers think about issues like death and about how unpredictable life can be. That can make people nervous. It also makes for better, more realistic fantasy storytelling. 

Seguem-se as aquisições... Este mês apesar de ter começado bem, com bastantes leituras e rápidas, o ritmo foi abrandando, sobretudo porque tenho andado sem grande paciência para leituras. Há alturas assim. Mas não é por deixar de ler que os livros deixam de vir parar às minhas mãos e assim sendo, a wishlist cresceu em mais 4 livros para 427 livros por ler (71 e-books + 346 livros + 10 áudio-livros) - acrescentei também um áudio já tinha mas não estava listado. Devia parar as aquisições, por alguns meses mas é tão difícil.


Compras (Feira do Livro):
  • O Mistério da Casa Queimada (Coleção Mistério, Livro 1) de Enid Blyton
  • O Mistério da Gata Desaparecida (Coleção Mistério, Livro 2) de Enid Blyton
  • O Mistério do Quarto Secreto (Coleção Mistério, Livro 3) de Enid Blyton 

Compras e-books:
  • Just Like Heaven (Smythe-Smith Quartet, Livro 1) de Julia Quinn
  • A Night Like This (Smythe-Smith Quartet, Livro 2) de Julia Quinn

Ofertas e-books:
  • Fifty Shades of Grey (Fifty Shades, Livro 1) de E.L. James
  • Fifty Shades Darker (Fifty Shades, Livro 2) de E.L. James
  • Fifty Shades Freed (Fifty Shades, Livro 3) de E.L. James

Empréstimos da Filipa:
  • Cruz de Ossos (Mercy Thompson, Livro 4) de Patricia Briggs
  • Segredo de Prata (Mercy Thompson, Livro 5) de Patricia Briggs

E agora é que reparei que este mês foi algo eclético em aquisições, entre infantis e romance encontra-se também o chamado mommy porn. xD

5 comentários:

Telma Teixeira disse...

Sobre o Instapaper, de nada! :)
Adoro o Vaginal Fantasy Hangout porque é tão simples e divertido e a questão das distâncias deixa de existir.
Yay para o remake do Highlander mas mega NOOOOOOOOO para o Ryan Reynolds, please não, o homem faz as sobrancelhas...

Elphaba J. disse...

Olá WhiteLady,
Como sempre excelente post.

Desconhecia o blogue ClockWork pareceu-me muito interessante. Sou sincera, ainda tenho algumas dificuldade em compreender o steampunk.

A questão do plágio... Bem isso tem sido uma dor de cabeça para mim mas, infelizmente, não há muito que se possa fazer.
Aparentemente, quem pratica plágio, parece ter algum prazer nisso copiando mais e mais e mais.. Enfim!

Boas leituras.

Sofia Romualdo disse...

Obrigada por mencionares a Clockwork Portugal. :) Gostei imensos dos links que partilhaste, especialmente do Posing like a Man!

jen7waters disse...

Gaaaah, o meu A Night Like This nunca mais chega. :(

WhiteLady3 disse...

@Tchetcha: hoje em dia, em Hollywood, quem é que não faz as sobrancelhas? xD Mas visto que o MacLeod supostamente era escocês, preferia que fosse um escocês *cough*James McAvoy*cough* *cough*Ewan McGregor*cough* a fazer o papel...

@Elphaba: felizmente até agora não tive problemas com plágio, ou pelo menos não me apercebi que tivesse, mas são situações bastante complicadas de resolver pelo que me é dado a entender. Quanto ao steampunk, há alguns títulos em português. Eu tomei conhecimento atrvés do primeiro volume da trilogia Mundos Paralelos do Philip Pullman, mas entretanto tem sido publicada a saga Leviathan do Scott Westerfeld e a Saída de Emergência está a publicar a série Jackelian do Stephen Hunt. O primeiro volume, A Corte do Ar é muito interessante, apesar de a entrada no mundo ser algo abrupta.

@Sofia: foi a Tchetcha que partilhou o link mas achei muito bom para mostrar como as figuras dos homens e das mulheres são usadas para vender os livros ou ilustrar o que vai no interior. Às vezes não tem nada haver com o conteúdo, mas o que é certo é que chega ao público alvo.

@jen7waters: as maravilhas de ter um Kindle! *abraça o Kindle fofo*

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...